1 de maio de 2017

Poço de fofura

Que menina fascinante
Querida e encantadora
De beleza deslumbrante
E gana batalhadora
Que garota!
Calma em suas ações,
mas eufórica em seus sentimentos ocultos
Quieta em suas palavras, 
mas tagarela em seus pensamentos
Jovem sonhadora, que não desiste nunca
Um poço de fofura que afogou meu coração.

Gabriel Dalmolin

6 de abril de 2017

Quatro Elementos

Depois de tanto sofrimento,
Preocupações e frustrações
Veio a calmaria de emoções
Apagou-se a Chama da raiva;
Acalmou-se a Chuva de tristezas;
Firmou-se os Deslizamentos de erros.
Apaziguou-se o Vendaval de problemas.
O Fogo me alimentou com seu calor fraterno;
A Água hidratou minha secura;
A Terra me deu imunidade aos malefícios;
Enquanto o Ar, me trouxe o sossego.
E a paz voltou a reinar, nos Quatro Elementos
Que compilam minh'alma.

GabrielDalmolin

Almas Iguais

Éramos tão diferentes.
Crenças conflitantes;
Gostos diversificados;
Sonhos particularizados;
Classes rivais;
Mas uma coisa nos era comum:
A vívida intelectualidade, 
E, sobretudo, o orgulho desta virtude,
Defendendo-a com unhas e dentes.
No meio de tanta heterogeneidade,
Nota-se uma ponta homogênea: 
A sede por leituras, inquirição e porfia
Éramos de almas iguais.

GabrielDalmolin

Sentimentos Gelados

Quem entende a paixão?
Ela não se encontra em manuais
Não são padronizadas
Todavia, a receptividade dessa paixão
influencia na manifestação do sentir...
Em síntese, o fato de ser correspondido 
colabora com a formação das sentimentos
Me deparo com a arrogância da tua posição indiferente para comigo
Uma negligência que magoa e fere a alma profundamente
Respondo à tudo com indiferença, com gelo
Tento fingir que sou sólido e gélido como um iceberg
Mas no fundo, sou explosivo como um vulcão
Que explode em chamas quando te vê
Sua beleza e intelectualidade incomparável
Faz meu coração gelado ficar todo derretido
Derretido por você.

GabrielDalmolin

4 de abril de 2017

Amor Internacional

Não importa o momento;
Não importa a divisão;
Vermelho sempre será meu manto;
Pois por maiores que sejam os reveses ;
Tuas glórias sempre serão de um Gigante!
O rubro caldeirão sempre ferverá;
Pois nosso amor é incondicional
Oh, meu colorado Internacional!

Gabriel Dalmolin

31 de março de 2017

Reverso

A vida é semelhante a uma trama
Ora tudo vai bem
De repente desanda
Depois volta a fluir...
Porém, muitas vezes há mais negatividade que positividade
E eis que meu arqui-inimigo surge das cinzas para me assombrar
Ele espanca meu coração, arrasa com minhas paixões, acusa as minhas tantas imperfeições,
destrói o meu chão, derruba-me do céu, dá uma rasteira em meus sonhos, tece uma rede pegajosa que não consigo me desvencilhar.
Ele diz: - Você vai falhar! Fraco! Tolo! Inocente...
O problema é que meu rival não tem identidade secreta; pois sei melhor do que ninguém sobre ele
Afinal de contas, Ele sou Eu.
É meu reverso.
E cabe a mim aprender a lutar contra o terrível poder de meus medos e de minhas frustrações.
Correndo contra o tempo para deter esse maniqueísmo existencial.

GabrielDalmolin

30 de março de 2017

Cinturão de sangue

Duas garotas em um único sonho: segurar o cinturão de campeã. Uma era mais Jovem e desferia uma série de golpes vorazes com os pés e com as mãos. Enquanto a outra, mais Experiente, era menos veloz, porém mais precisa em suas investidas. A luta tem seu início ao soar da sineta! Ambas se sentem numa mescla de nervosismo e confiança. Nervosismo devida à ansiedade e espero pelo evento. Confiança, pois ambas eram excelentes no que faziam. A luta é violenta e o sangue jorra no octógono. A mais Jovem abre vantagem, mas a Experiente não fica para trás, levando a decisão para o terceiro round. Inicia-se o round decisivo. A Jovem consegue uma boa sequência, sua notável inteligência e tamanha agilidade é implacável e o rosto da rival vai ganhando cor de sangue em sua forma literal, após dezenas de socos e chutes desferidos em velocidade. A vitória está próxima! Restam poucos segundos... A plateia vibra, mas ao subestima a adversária abaixa a guarda, tirando uma média com a multidão delirante. Recebendo prontamente, no reduzido período de distração, um golpe cirúrgico no rosto delicado, caindo len-ta-men-te na lona. Imóvel. Nocauteada. A torcida vai ao delírio! Na luta da vida a Experiência, mais paciente e resistente, venceu a Juventude, mais arrogante e frágil. O cinturão é entregue, a campeã comemora com olhos flamejantes de êxtase. De repente o cinturão começa a expelir um líquido rubro e denso... Observo: há um coração batendo ao centro. Percebo-me com um orifício no peito sangrado. É meu coração! Desmaio. Seria uma luta pelo meu amor? Pela minha pessoa? Meus adjetivos? Eis que acordo cambaleante, como se tivesse sido desferido por um golpe das lutadoras. Então, na solidão do meu quarto percebo o real sentido da metáfora: na briga de duas paixões o amor perene e verdadeiro sempre sai vencedor sobre a aventura passageira, pois o sentimento de amor persiste para além da eternidade, para além do real e do imaginário.


Gabriel Dalmolin

28 de março de 2017

Gota d'água

Chuvosa tarde
Emoções umedecidas pelo tempo
Duas paixões me cercam:
A Garoa e a Tormenta
Uma calma e perene
Outra rápida e voraz
Estar rodeado por ambas é a gota d'água...
Sentimentos explícitos e ocultos
Afogam meu coração
Nesta tempestade da vida
Ilhado pela maré me vejo,
Sendo alastrado pela tsunami da solidão...

Gabriel Dalmolin

24 de março de 2017

Provocações

Assim como o homem a paixão é uma Contradição
Circularidade Passional,
que mescla amor e ódio,num Só sentimento.
Você Incita minha raiva ao por em xeque minhas crenças e Paradigmas;
Da mesma forma que me excita em Sua Erudição.
Provocações...
Orgulhos feridos, coração dilacerado;
O que faço contigo?
Liberdade ou Prisão?
Pacto ou Manipulação?
Imparcialidade ou Não?
Só sei que no Jogo do amor,
você incendiou o meu Imaginário.


Gabriel Dalmolin

12 de março de 2017

Dois olhares se cruzam
Duas pessoas em um único momento
A bisa leve suavemente
percorrendo seus corpos.
Na chuva que cai lentamente
Entretanto, vigorosa para a situação.
No deleite do momento
Uma explosão de sentimentos
Naquele olhar, que
transmite segurança
Um elixir eterno 
Um regozijo eterno para
duas almas...

Ana Carla Waltrick

1 de março de 2017

Olhar Flamejante

Noite estrelada, silêncio ensurdecedor
Foi nesse contexto que você me tocou
Falando sobre suas paixões
Com seu bom humor e simpatia sem igual
Sua ironia, alegria, Gestos em demasia
Fazendo o que lhe parece pertinente
O seu olhar Flamejante! 
Brilhando como as Estrelas desta noite
de mansidão e ternura
Enxergando em teus olhos teu perfil Sonhador...
Que olhar!
Que Garota!

Gabriel Dalmolin

25 de fevereiro de 2017

Sharazan

Tempos difíceis são essa tal modernidade...
Árvores Secas;
Animais padecendo;
Sons extinguindo-se;
Pessoas moribundas;
Direitos roubados;
Deveres esquecidos...
É no âmago deste presente,
repleto de dor e sofrimento,
que me volto à Sharazan...
Me atirando de cabeça nesse mar
onde encontro o equilíbrio,
a paz e a liberdade!

Gabriel Dalmolin